INJEÇÃO DO PAGAMENTO DA PRIMEIRA PARCELA DO 13º SALÁRIO VAI AQUECER O COMÉRCIO

Pagamento da gratificação natalina possui estimativa de movimentar R$ 515 milhões na economia de Rondônia


O Estado de Rondônia vai realizar, nesta sexta-feira (15), o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário. Conforme informado pelo Governo de Rondônia, 58.996 servidores vão receber o adiantamento entre ativos, inativos e pensionistas. Serão injetados na economia do Estado o montante de R$161.057.800,59 (cento e sessenta e um milhões cinquenta e sete mil e oitocentos reais e cinquenta e nove centavos) referente à antecipação de 50% do valor. É preciso, para avaliar a importância desta injeção de recursos, verificar que se trata da maior parte do 13º salário na medida em que esta parcela é paga sem os descontos relativos a tributos ou previdência que somente são debitados no pagamento da segunda parcela, em dezembro. O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia-Fecomércio/RO, Raniery Araujo Coelho, considera que o pagamento, agora, da maior parcela do décimo terceiro terá um efeito decisivo para movimentar a economia e o comércio local com o aquecimento de diversos setores econômicos. Segundo informou a equipe econômica da entidade, os efeitos indiretos, mesmo com uma boa parte dos recursos sendo usados no pagamento de dividas, representa uma movimentação econômica superior a meio bilhão de Reais.
Confiança dos empresários deve aumentar ainda mais com o pagamento da primeira parcela do 13º salário aos servidores do Estado
Concordando com a afirmação do secretário de Estado de Finanças, Luís Fernando Pereira, que disse que a injeção de R$ 161 milhões na economia do Estado é especialmente importante neste momento de retomada do crescimento econômico, de vez que os servidores, na sua grande maioria, dispendem seus recursos no mercado local, o presidente Raniery Coelho acentua que “O Índice de Confiança do Empresário do Comércio-ICEC por dois meses seguidos apresenta tendência de alta e, notadamente, porque o empresário do comércio acredita que a economia irá melhorar nos próximos meses. Com esta injeção de recursos e a aprovação da PEC 15/22, que cria o estado de emergência até o fim do ano e viabiliza a ampliação de benefícios sociais e econômicos, esta expectativa de melhoria deve se tornar uma certeza de que teremos um segundo semestre muito melhor”. Não há dúvidas, porém, de que o pagamento de parte do décimo terceiro vai impulsionar muito a economia e será um forte incentivo a circulação de dinheiro e com isto uma movimentação econômica muito maior até mesmo dos setores que mais sofreram com a crise os de bares e restaurantes, serviços e turismo. Segundo fontes do setor de pessoal do Governo de Rondônia a antecipação da primeira parcela faz parte da importante política de valorização do servidor público, adotada pelo governador coronel Marcos Rocha que estabeleceu um cronograma de pagamento da folha como um dos seus compromissos. É importante ressaltar que esta injeção de recursos chega numa boa hora e deve aumentar ainda mais a expectativa de que, em 2022, se terá a melhor temporada de vendas dos últimos anos.